Páginas

Envie esta página a um amigo!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Quando a Fraqueza é Poder

"Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, as desprezadas, e aquelas que não são para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém de vanglorie na presença de Deus"1 Co 1.26-29

A sede de sucesso, de prosperidade e de poder pode ser uma armadilha. Tanto o sucesso quanto a prosperidade e o poder são dádivas de Deus, mas todas as vezes que o homem almeja poder sem a dependência do Senhor, este desejo afronta a soberania e a autoridade dEle. Todo poder emana de Deus.


Há pessoas que fazem qualquer coisa para estar no poder. Mentem, enganam, fazem aliança com o inimigo, subjugam seu semelhante, tudo é válido desde que estejam no domínio ou que alcancem a desejada "prosperidade".


A nossa queda se deve ao fato de querermos poder independente de Deus. O argumento do inimigo que convenceu Eva foi a possibilidade de ela vir a ser como Deus, a despeito da ação dEle.


O caminho inverso é nossa total submissão ao Senhor. É um espírito quebrantado diante dEle. É espírito de mansidão ao enfrentar as dificuldades do nosso dia-a-dia.
A mansidão é uma virtude que precisa ser aprendida. Jesus, em Mateus, 28 e 29, convida-nos a aprender com Ele - O Mestre dos Mestres - a ser manso e humilde de coração.


Nas bem-aventuranças ele diz que "Bem-aventurados os mansos porque eles herdarão a terra".

Se quisermos encontrar o caminho para o coração de Deus, precisamos aprender a nos humilhar.


Porque é na nossa fraqueza que o poder do Senhor ser aperfeiçoa em nós. Aí podemos falar como o Apóstolo Paulo: "Quando estou fraco é que sou forte".


A Bíblia descreve Moisés como um homem manso: "Era varão mui manso, mais do que todos os homens sobre a terra." Nm 12.3
Moisés foi educado como um príncipe, em toda a sabedoria do Egito. Ele tinha um presente muito bom e um futuro garantido. Mas abriu mão de todas estas regalias porque acreditou nas promessas de Deus para seu povo.


Ele figura na galeria dos Heróis da Fé, no livro aos Hebreus, como um vencedor, por ter trocado o poder e a prosperidade do Egito pela árdua tarefa de conduzir o povo no deserto, sem coroa, sem cetro e sem majestade; sem conforto e sem honrarias, porque creu na promessa de Deus. A ele foram dedicados 7 versículos na galeria dos Heróis da Fé, porque perseverou em Deus.


Moisés contemplou grandes milagres. Viu a sarça arder, contemplou o agir de Deus, quando enviou as dez pragas sobre o Egito, provou do amor e poder de Deus quando o anjo da morte passou e matou os primogênitos do Egito, mas poupou os filhos dos Hebreus porque tinham o Sangue do Cordeiro sobre os umbrais de suas portas, viu o Mar Vermelho se abrir e passou a pés enxutos juntamente com seu povo, e viu submergir o inimigo no mesmo caminho, fez sair água da rocha, transformou água amarga em água doce, provou do maná do céu enviado por Deus; viu a glória de Deus passar, mas, Moisés não se saciava de Deus, continuava ansioso por mais e mais do Senhor. Todo o poder que Deus deu a ele não o fez poderoso diante de Deus.


Vale a pena esperar no Senhor. Vale a pena trocar as regalias do Egito pela travessia do deserto, do outro lado está Canaã. Só podemos alcançá-la se as dificuldades, as adversidades e as tentações, não nos fizerem perder de vista a promessa.


Os olhos do Senhor estão sobre os mansos da terra. Só temos poder NEle. "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." (Romanos 11:36)


O profeta Joel, profetiza dizendo: "Diga o fraco - eu sou forte". A fraqueza é poder quando a nossa fortaleza é o Senhor.
jesusamadodaminhalma7@hotmail.com disse...

É permitindo que Deus manifeste o Seu poder em nossas fraquezas que nós temos de pregar a tempo e fora de tempo, pois quem não ajunta, espalha.Foi por essa razão que nasceu o blog.

Estou retribuindo a visita. Gostei muito desse espaço e o visitarei sempre que puder.

O Senhor te cubra de graça para proclamar o seu nome. Se puder divulgar o blog no seu espaço eu agradeço e o Pai te recompense.
http://mariaassuncao.wordpress.com/

15 de Janeiro de 2009 08:11

Um comentário:

  1. daminhalmaÉ permitindo que Deus manifeste o Seu poder em nossas fraquezas que nós temos de pregar a tempo e fora de tempo, pois quem não ajunta, espalha.Foi por essa razão que nasceu o blog.

    Estou retribuindo a visita. Gostei muito desse espaço e o visitarei sempre que puder.

    O Senhor te cubra de graça para proclamar o seu nome. Se puder divulgar o blog no seu espaço eu agradeço e o Pai te recompense.
    http://mariaassuncao.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário